quarta-feira, 30 de maio de 2012

Tipo "la belle de jour"
Coisa de pele, tru
Classe como jameli, simples em timbres blue
Ela mexe o cabelo, mexe a cadeira
E mexe com a cabeça dos cara da rua inteira
É o ritmo, mítico, crítico
É o que não cabe em nenhum logaritmo
E não, cede
Pede um lugar íntimo
Pois carinho com um bom vinho a dois
Devaneio do sexo oposto
Faço gosto a imaginar do meu posto
Toda volúpia, eros volúsia manda
Manda e lembra terra boa à la Carmen Miranda
Está em tudo sempre onde vou

Emicida

Nenhum comentário:

Postar um comentário