quinta-feira, 14 de junho de 2012

Esta sou eu. Nada do que possa fazer vai mudar o que sou agora. Esta coisa cá dentro, a vontade de fazer tudo devagar para não estorvar, a mania de arrumar as coisas por ordem alfabética, o medo do escuro, a tentação do silêncio, de ouvir os outros mas nunca identificar o som, não em concreto.
 
Patrícia Reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário