domingo, 14 de abril de 2013

Pode ser um lapso do tempo 
E a partir desse momento acabou-se solidão 
Pinga gota a gota o sentimento 
Que escorrega pela veia e vai bater no coração 
Quando vê já foi pro pensamento 
Já mexeu na sua vida, já varreu sua razão 
Acelera a asa do sorriso 
Muda o colorido, vira o ponto de visão 
Cai o medo tolo, cai o rumo 
Quando a terra sai do prumo eu estou perto de ti 
Abre-se a comporta da represa 
Desviando a natureza pra um lugar que eu nunca vi.
Lenine

Nenhum comentário:

Postar um comentário